O Real Alcazar de Sevilha



Entrada do Palácio de Pedro I no Alcazar

No seguimento do sucesso da série Game of Thrones, correram mundo as imagens do magnífico palácio dos governantes de Dorne. Parece um sítio irreal e fantástico, mas existe mesmo: é o palácio de Pedro I, no Alcazar de Sevilha.


Pátio interior do palácio
Na verdade, o Alcazar - palavra árabe que significa fortaleza - é bastante antigo, tendo os invasores árabes edificado sobre construções romanas e visigodas. Hoje, é um complexo palaciano que engloba espaços edificados em épocas sucessivas, desde os almóadas até aos Reis Católicos e Carlos V, que aí deixaram também salas ricamente decoradas. 


Pátio do Gesso, ainda do palácio almóada
Mas a jóia do conjunto é o palácio de Pedro I, mandado construir em 1364. Corria o século XIV e os cristãos avançavam no território do Al-Andaluz. Sevilha era uma cidade importante e a sua conquista aos mouros constituía um marco digno de nota no avanço cristão. Assim o pensou o rei de Castela Pedro I. Mandou vir os melhores artífices e canteiros de Toledo e Granada e, num tempo record, construiu o seu palácio dentro do alcazar mouro.


Pátio das bonecas, centro do espaço doméstico do palácio


Os arcos do pátio central

O resultado foi notável. O palácio é o mais belo exemplo de arte mudejar da península ibérica e integra-se harmoniosamente nos espaços preexistentes. A arte mudejar, embora cristã, utiliza as técnicas, os materiais, a gramática decorativa dos muçulmanos. 


A chamada Sala dos Embaixadores

Das portadas das janelas à decoração dos tetos, dos arcos trabalhados aos pátios com fontes murmurantes, das portas em ferro forjado às paredes cobertas de azulejos, formando padrões complexos e belíssimos, tudo nos fala deste diálogo entre culturas e sensibilidades artísticas.


Os belíssimos azulejos do pátio central

Os jardins também são muito bonitos e agradáveis de percorrer no clima, por vezes difícil de aguentar, do verão sevilhano. Já agora, uma curiosidade: o jardim do Alcazar de Sevilha também serviu de cenário a outro filme marcante, o Kingdom of Heaven de Ridley Scott.


Os belos jardins do Alcazar

Mensagens populares deste blogue

Para comer - Dom Lambuças

Livros e Viagens - Roma, Exercícios de Reconhecimento

A Ponte do Diabo