quarta-feira, 23 de novembro de 2016

Stratford upon Avon, ou a Shakespeareland


Uma rua da cidade...

A visita a Alcalá de Henares, sobre a qual já aqui escrevi, teve como pretexto a celebração dos quatrocentos anos da morte de Cervantes. A efeméride fez-me lembrar outro grande (gigantesco...) nome das letras europeias, de que também se comemora o quadricentenário da morte neste ano de 2016: William Shakespeare.
Estive na sua terra natal, Stratford upon Avon, há já alguns anos. É uma pequena cidade do condado de Warwickshire, ao sul de Birmingham, no centro de Inglaterra, que guarda o encanto das pequenas cidades inglesas, com os seus pubs coloridos e acolhedores e as suas casas de ripas de madeira cuidadosamente envernizadas.


O Royal Shakespeare Theatre

Naquela cidade, no entanto, há um tema comum a todos os espaços: Shakespeare. Compreende-se. Não é qualquer cidade que se pode orgulhar de ser o berço de um génio como esse. Mas, em Stratford upon Avon, há um exagero qualquer. As ruas ostentam símbolos e decorações que nos levam invariavelmente para o universo shakespeariano. Os homens-estátua, tal como as estátuas propriamente ditas, remetem para as suas personagens teatrais. Há o Teatro de Shakespeare, é claro, e o pub "Black Swann", famoso por ser o ponto de encontro dos seus atores. Mas também há a casa onde Shakespeare nasceu, a casa onde a sua mãe Mary Arden viveu, a casa da sua filha Susanah, a Anne Hathaway's Cottage, pertença da sua mulher e, quem sabe, as propriedades de outros parentes ainda... todas visitáveis e decoradas à época. Só visitei a casa onde Shakespeare nasceu, pertencente ao seu pai John Shakespeare, luveiro de profissão. Gostei, embora a tenha encarado como um espaço museológico encenado.


A casa onde Shakespeare nasceu

A minha sensação final não foi de encantamento, como esperava, mas de alguma encenação para consumo turístico. Senti a perda da genuinidade em troca de um certo voyerismo folclórico. Como se tivesse comprado bilhetes para um parque temático, a Shakespeareland...

Diana de Poitiers, Chenonceau e os outros castelos do Loire

Entrada do Castelo de Chenonceau Falar do Vale do Loire remete-nos de uma forma quase imediata para os Castelos do Loire. Não conheço ...