Mensagens

A mostrar mensagens de Agosto, 2015

Cracóvia Judaica - Nos passos de Schindler

Imagem
Na Cracóvia dos anos 30, viviam cerca de 55 mil judeus. Era uma comunidade pujante, numerosa e próspera. Viviam maioritariamente no velho bairro de Kazimierz, fundado pelo rei polaco Casimiro I no séc. XIV para alojar os judeus da cidade. No bairro havia sete sinagogas, escolas e escritórios, armazéns, uma associação desportiva.Aí se situava também o cemitério judaico, junto à velha sinagoga Remuh.





Hoje, sobram duzentos judeus na cidade, se tanto! O filme "A lista de Schindler", de Spielberg, sobejamente conhecido, mostra-nos esse processo gradual de exclusão, perseguição e morte. Fomos explorar a cidade e os arredores, procurando seguir os passos de Schindler e dos judeus da sua lista.





Começamos pelo bairro judeu. Já mencionei que aí existiam sete sinagogas. Dessas, duas continuam a funcionar como locais de culto, por isso, tivemos de esperar pelo final do "shabat" para as podermos visitar. Das outras, a sinagoga Stara é a maior. Situada no coração do bairro, na Rua…

Canções e Viagens - Janusz Muniak

Imagem
A música, como qualquer outra expressão cultural, integra-se num determinado contexto histórico, que nos permite compreendê-la melhor.  Sem a ocupação soviética, não era provável que o jazz polaco atingisse uma dimensão tão significativa. O jazz foi banido da Polónia por Stalin, como expressão do decadente capitalismo ocidental, mas isso só encorajou o desenvolvimento do jazz polaco, que se fortaleceu nas caves underground, juntamente com o anseio por um mundo livre. Hoje, Cracóvia tem um famoso festival de jazz e há cerca de 200 clubes e cafés na cidade velha, onde se pode ouvir jazz! O mais conhecido é o U Muniaka Jazz Club, cujo nome é uma homenagem a esse grande músico que é Janusz Muniak. Aqui está ele...