Mensagens

A mostrar mensagens de Setembro, 2016

Cervantes e cegonhas em Alcalá de Henares

Imagem
Chegámos a Alcalá de Henares ao começo da tarde, essa hora mágica em que, como em qualquer cidade do centro-sul de Espanha, não se vê vivalma na rua. O calor resguarda as pessoas. E a cidade aparece, nua de ruídos e de modernidade, a quem vai cruzando as ruas desertas. Assim vamos passando por igrejas e colégios, capelas e dependências da muito antiga e prestigiada Universidade de Alcalá de Henares. E assim, na cidade vazia, sinto-me mais perto do tempo de Cervantes.



Quis ir a Alcalá de Henares neste ano em que se cumprem quatrocentos anos da morte de Cervantes, embora não tenha muito tempo para aproveitar as iniciativas. Mas dá para apreciar o ambiente. Alcalá de Henares foi uma boa surpresa. Tão perto de Madrid e tão longe do turismo de massas! O que vemos são as pessoas da cidade, que povoam as ruas e os bares quando o calor abranda, que convivem, bebem e conversam nas praças e nas esplanadas. 


O centro histórico de Alcalá leva-nos para o século XVI, o siglo de oro. Aqui, Isabel de Ca…