Mensagens

Livros e Viagens - Da Montanha Sagrada

Imagem
William Dalrymple é um jornalista e escritor escocês pouco conhecido em Portugal. Que eu saiba, não há nenhum livro dele traduzido em português (o que me põe, por vezes, interrogações sem resposta àcerca dos critérios editoriais do nosso pequeno país). Felizmente, eu leio bem inglês e posso escapar à ditadura editorial cá do burgo. E foi assim que eu consegui aceder a este livro magnífico, que fica numa zona de cruzamento entre a crónica de viagens e a investigação histórica. O objetivo de Dalrymple foi seguir os passos de um monge do século VI, John Moschos ou, em português, João Moscus, que no seu tempo viajou pelo Levante, entre o norte da Grécia e o Egipto. Nessa época, esta zona a que hoje chamamos Médio Oriente, era o núcleo central do Cristianismo. Ali tinha surgido e dali se expandia esta religião que, com o tempo, converteria toda a Europa e parte do Mundo. No século VI, era uma zona de experiências místicas, onde se fundiam muitas influências diferentes. O Islamismo ainda não…

A Londres alternativa: Camden Town

Imagem
Há aquele roteiro de Londres que toda a gente faz: Trafalgar Square, Torre de Londres, Westminster e o Big Ben, Buckingham Palace, para tentar ver a rainha, e mais uns quantos pontos turísticos incontornáveis. Mas, para quem quer ir um pouco mais além e conhecer uma Londres mais alternativa, Camden Town é o local a visitar.

É uma zona residencial antiga da cidade, que se desenvolveu à volta dos terminais ferroviários e dos enormes depósitos onde se armazenavam todo o tipo de mercadorias que abasteciam a cidade de Londres. Devido a esse movimento, foram aí criados grandes estábulos onde chegaram a viver 400 cavalos! Havia todo o tipo de atividades e equipamentos ligados às cavalariças, como ferreiros, fabricantes de selas e mesmo um hospital veterinário.




Com o desenvolvimento dos transportes, toda a zona se foi degradando e caindo no esquecimento, até que, nos anos 60, se reanimou como centro do movimento punk. Hoje, Camden Town fervilha de animação, com cinco mercados, de rua ou cobert…

Escapadela nórdica - Gotemburgo

Imagem
Hoje em dia, as companhias aéreas, mesmo as de low-cost, voam para imensos destinos europeus, permitindo-nos visitar com alguma facilidade, não só as capitais europeias, mas muitas outras cidades que, não sendo tão centrais, são igualmente interessantes. Vou tentar fazer alguns posts sobre essas cidades, que têm também muito que ver e apreciar. Gotemburgo é a segunda cidade mais importante da Suécia. Talvez não seja tão bela e imponente como Estocolmo mas dizem os locais que é mais agradável e amistosa. Situa-se na costa oeste da península escandinava, no estreito de Kattegat, com saída direta para o Mar do Norte. E parece que terá sido essa a razão para que o rei Gustavo Adolfo, no século XVII, tenha decidido aí construir um porto que rapidamente cresceu. 



Hoje, é o maior porto da Escandinávia, e, apesar de já ter perdido algumas das suas valências, ainda mostra as enormes estruturas onde se construiam ou reparavam os petroleiros e outros grandes navios, não há muito tempo atrás.



O loca…

Livros e Viagens - Todos os Caminhos estão Abertos

Imagem
Annemarie Schwarzenbach foi uma jovem, nascida na Suiça, que nos anos 30 fez uma coisa muito pouco comum: Meteu-se no carro que o pai lhe tinha oferecido e partiu, com uma amiga fotógrafa, para o Médio Oriente, passando mais de um ano no Afeganistão. Annemarie queria ser jornalista e escritora; e muitos dos textos que estão neste livro foram recolhidos de jornais e revistas onde ela publicou as suas impressões de viagem.  Essas impressões são interessantes, desde logo por ser a visão de uma mulher ocidental, livre de muitos preconceitos e estereótipos, sobre uma sociedade onde as mulheres não tinham, já naquela altura, visibilidade no espaço público. Há mesmo um capítulo intitulado "As mulheres de Cabul".

Foi em Cabul, no hospital dos homens, que conheci essa mulher. (...) Trazia um "tchadri", esse espesso véu cinzento que cobre a cabeça como um gorro e cai em longas pregas por cima dos ombros e até aos pés, dissimulando completamente a mulher afegã. (...) Porque tod…

O Castelo de Hartheim

Imagem
O castelo de Hartheim é um belo edifício renascentista, pertencente até ao século XIX a uma nobre família austríaca. Tem um harmonioso pátio interior, à italiana, rodeado de colunas que se replicam nos seus três andares, e umas torres imponentes. 



Em 1898, o aristocrata doou o castelo a uma associação caritativa cristã, para servir de acolhimento a "débeis e cretinos", como reza a inscrição colocada na entrada. E assim aconteceu, até 1939.



Em 1938, o Reich Alemão anexa a Áustria e toma posse de todas as propriedades. O castelo vai continuar aparentemente igual mas, na realidade, vai servir como um dos seis centros de eutanásia implementados pelos nazis para purificar a raça ariana, expurgando-a dos "inúteis e incapazes". Ali serão mortos, por monóxido de carbono, milhares de crianças e adultos com deficiências mentais ou físicas, num processo que só parou em 1941, graças à dura oposição da Igreja Católica. Mas o castelo continuou com o seu desígnio de sofrimento e mor…

As minas de sal de Wieliczka

Imagem
Reza a lenda que uma princesa húngara, depois conhecida como Santa Cunegunda, teria pedido ao seu pai, como dote, esse bem precioso que se chama sal. Chegada à Polónia para o seu casamento com o rei da Polónia, mandou escavar um buraco num local a sul de Cracóvia e aí se encontrou um anel da princesa, junto a uma mina de sal. A realidade aponta a fundação da cidade para o longínquo ano de 1290, acompanhando o início da exploração das minas de sal mais antigas do mundo, ainda em funcionamento.



Ao longo dos séculos, foi crescendo uma rede de cerca de 300 quilómetros de túneis e escadas, com centenas de metros de profundidade. Apenas uma parte é visitável, mas desde sempre atraiu as atenções e as visitas turísticas. Dizem os guias que já Nicolau Copérnico visitou as minas, no século XV...



É interessante saber a história destas velhas minas, é claro, mas o que as torna verdadeiramente extraordinárias é o trabalho, fantástico e original, feito pelos mineiros, ao longo dos anos. Nas paredes d…