Mensagens

A mostrar mensagens de Julho, 2015

Grátis em Paris II

Imagem
Paris tem muitas facetas, há sempre alguma coisa interessante para descobrir. Até nos cemitérios... O principal cemitério de Paris é o Père Lachaise. Vale a pena passear por lá e encontrar os túmulos de tanta gente conhecida, desde escritores a compositores e cantores famosos. Há um roteiro, que pode ser pedido na entrada, que nos ajuda a encontrar o que queremos, no meio das áleas frondosas, dos memoriais e dos túmulos grandiosos ou humildes. 


Mais antigo, datando do século I, o antigo anfiteatro romano de Lutécia, Arènes de Lutece, foi descoberto quando se faziam umas obras no Quartier Latin. Hoje já não se fazem aí lutas de gladiadores, mas joga-se a petanque e vale a pena passar por lá, sentar nas bancadas e apreciar este jogo tão francês. A entrada é livre. Mas não se pode pensar em Paris sem pensar nos seus museus. Também aqui há algumas ofertas para aproveitar. Há alguns museus cujas coleções permanentes são de entrada gratuita, pagando apenas para entrar nas exposições temporári…

Grátis em Paris I

Imagem
Ficou célebre a frase de Audrey Hepburn: Paris is always a good idea... É, realmente, uma cidade fascinante, com muita coisa para usufruir e oferta cultural para todos os gostos e para todas as bolsas. São muitas as atrações que se podem admirar e os locais que se podem apreciar, a custo zero. Vou deixar aqui algumas sugestões, que permitem passar uns dias em Paris com um orçamento económico, mas apreciando todo o ambiente da cidade. Para começar, a Torre Eiffel. É, provavelmente, o monumento mais conhecido de Paris mas, com sinceridade, é mais interessante apreciá-lo de fora do que subir ao topo - o que, para mais, fica caro e nos obriga a perder imenso tempo na fila. Não há vista da Torre Eiffel que se compare à que se pode obter do terraço do Palácio de Chaillot ou do Trocadero. Em alternativa, prepare um piquenique e estenda-se no relvado do Campo de Marte, à espera do anoitecer e das luzes que cintilam na Torre de hora a hora. Se a ideia é ter uma vista panorâmica de Paris, é prefe…

D. Dinis na bomba de gasolina

Imagem
Paragem técnica na área de serviço de Leiria. Nada de demorado, só meter gasolina e desentorpecer um pouco as pernas.  É então que vislumbro estas três meninas. Talvez influenciada pela proximidade de Leiria, ou talvez pela atitude e pelo gesto das mãos no regaço, fizeram-me lembrar o milagre das rosas da rainha D. Isabel. Mas também podiam ser apenas três amigas, conversando umas com as outras sobre os seus amores, trocando pequenos segredos cúmplices. Aproximei-me e lá estava, gravado na pedra do muro próximo, o poema mais conhecido do nosso rei D. Dinis: Ay flores, ay flores do verde pinho, se sabedes novas do meu amigo... Qualquer local é bom para gravar um poema... Que boa surpresa, encontrar D. Dinis naquela bomba de gasolina...

Grátis em Londres

Imagem
Londres é uma cidades mais caras da Europa. Sentar num restaurante significa preparar a carteira para uma surpresa, a maioria dos espetáculos são caros, as entradas nos monumentos também não são baratas. No entanto, é um dos destinos mais populares e, garantidamente, pode-se fazer uma pequena estadia na capital inglesa sem grandes gastos, já que há imensas coisas interessantes que se podem fazer gratuitamente. Para começar, a maioria dos monumentos londrinos são cénicos, isto é, são mais bonitos de apreciar de fora. É o caso da famosa London Bridge, ou do Big Ben. A Torre de Londres merece bem uma visita, especialmente se tiver a sorte de apanhar um beefeater bem humorado como guia. Mas, se não lhe apetecer pagar a entrada ou estar na fila para adquirir o bilhete, faça uma ronda pela Torre. Há frequentemente espetáculos e reconstituições históricas junto aos fossos que valem igualmente a pena. Os parques de Londres são muito agradáveis e tranquilos. Observe os esquilos, bordeje a Serpen…

O Real Alcazar de Sevilha

Imagem
No seguimento do sucesso da série Game of Thrones, correram mundo as imagens do magnífico palácio dos governantes de Dorne. Parece um sítio irreal e fantástico, mas existe mesmo: é o palácio de Pedro I, no Alcazar de Sevilha.


Na verdade, o Alcazar - palavra árabe que significa fortaleza - é bastante antigo, tendo os invasores árabes edificado sobre construções romanas e visigodas. Hoje, é um complexo palaciano que engloba espaços edificados em épocas sucessivas, desde os almóadas até aos Reis Católicos e Carlos V, que aí deixaram também salas ricamente decoradas. 


Mas a jóia do conjunto é o palácio de Pedro I, mandado construir em 1364. Corria o século XIV e os cristãos avançavam no território do Al-Andaluz. Sevilha era uma cidade importante e a sua conquista aos mouros constituía um marco digno de nota no avanço cristão. Assim o pensou o rei de Castela Pedro I. Mandou vir os melhores artífices e canteiros de Toledo e Granada e, num tempo record, construiu o seu palácio dentro do alcaza…

Grátis em Veneza

Imagem
Agora que se aproximam as férias, Veneza é uma das cidades mais requisitadas e visitadas. Não admira, é uma cidade bela, estranha e fascinante. Na verdade, é tão visitada que, às vezes, é difícil descobrir italianos na cidade, tantos são os turistas! Mas é, realmente, um destino incontornável... Mas Veneza fica na Itália, um país conhecido pelos preços altos, em particular para turistas! No entanto, é possível fintar a crise e os preços altos. É que há muitas coisas interessantes que se podem fazer, gratuitamente. Comecemos pelo centro, a Praça de São Marcos. Passear pela praça é visitar o coração de Veneza. Há muitos cafés, com pequenas orquestras, como o Florian, que já remonta ao século XVIII. Sentar nas esplanadas é proibitivo, mas ninguém nos proibe de assistir aos concertos e apreciar o ambiente. Também é gratuita a visita à belíssima catedral de São Marcos. Já para subir ao campanário ou visitar outras partes do complexo, é preciso pagar. Veneza tem mais de cem igrejas, algumas d…