Grátis em Paris II


O Museu do Louvre visto do Museu do Quai d'Orsay

Paris tem muitas facetas, há sempre alguma coisa interessante para descobrir. Até nos cemitérios... O principal cemitério de Paris é o Père Lachaise. Vale a pena passear por lá e encontrar os túmulos de tanta gente conhecida, desde escritores a compositores e cantores famosos. Há um roteiro, que pode ser pedido na entrada, que nos ajuda a encontrar o que queremos, no meio das áleas frondosas, dos memoriais e dos túmulos grandiosos ou humildes. 


No Mercado das Flores

Mais antigo, datando do século I, o antigo anfiteatro romano de Lutécia, Arènes de Lutece, foi descoberto quando se faziam umas obras no Quartier Latin. Hoje já não se fazem aí lutas de gladiadores, mas joga-se a petanque e vale a pena passar por lá, sentar nas bancadas e apreciar este jogo tão francês. A entrada é livre.
Mas não se pode pensar em Paris sem pensar nos seus museus. Também aqui há algumas ofertas para aproveitar. Há alguns museus cujas coleções permanentes são de entrada gratuita, pagando apenas para entrar nas exposições temporárias. É o caso do Musée Carnavalet, que nos leva a um percurso pela história de Paris, ou do Musée d'Art Moderne de la ville de Paris, cujas coleções incluem alguns dos mais importantes nomes das belas artes contemporâneas.


As esculturas da fachada de Notre Dame

O Centro Georges Pompidou, e Les Halles, é incontornável numa visita a Paris. Ainda mais porque a visita ao Atelier Brancusi, uma reconstituição do atelier do célebre escultor, que inclui muitas das suas obras, doadas pelo próprio artista ao estado francês, é completamente gratuita


Nas margens do Sena

No primeiro domingo de cada mês, há entrada livre na maioria dos museus da região parisiense. Começando no Museu do Louvre, passando pelo Musée Rodin, pela Sainte Chapelle, pela Conciergerie, terminando no Palácio de Versalhes, há que ter paciência para enfrentar as longas de filas de visitantes que também querem aproveitar a borla... Mas, em alguns destes locais, é possível comprar o bilhete antecipadamente pela internet, ultrapassando assim as filas!


Nas margens do Sena

Por fim, se vive na União Europeia e tem menos de 25 anos, esqueça tudo o que acabei de escrever. A entrada é mesmo livre na maioria dos museus e locais culturais de Paris, em qualquer dia da semana. Por isso, aproveite bem, enquanto é tempo!...


Sob a Torre Eiffel

Mensagens populares deste blogue

Para comer - Dom Lambuças

Livros e Viagens - Roma, Exercícios de Reconhecimento

A Ponte do Diabo