Kotor - Um paraíso ignorado


A ilha de San Giorgio e o Mosteiro de Nossa Senhora das Pedras, na baía de Kotor

É um fiorde, mas não se encontra na Noruega. Situa-se na costa adriática, no sul da Europa e leva o mar Mediterrâneo pelo Montenegro dentro. 
Continuamos pela estrada da costa, virando agora para o interior, bordejando este mar azul que aqui se parece com um rio. O mar entra muitos quilómetros pela terra dentro, rodeado de montanhas, pontilhado de pequenas aldeias, com as suas casas de pedra e os seus barcos coloridos atracados em pequenos cais. O mar é límpido e muito sereno. De vez em quando, uma ilha emerge da água, mas quase não se vê a terra, apenas o que o homem lá construiu, umas casas, um mosteiro...
No fundo do fiorde, como uma jóia muito bem guardada, está Kotor. Surge subitamente à nossa frente, rodeada de muralhas, como uma aparição ficcionada d' "O Senhor dos Anéis". No final da Idade Média, dominada pelos venezianos, foi um entreposto comercial de alguma importância. As casas dos mercadores, apertadas em ruelas estreitas, aconchegadas dentro das muralhas, lá continuam, todas idênticas entre si. A muralha, entretanto, foi aumentada, subindo pela montanha acima, acrescentada com pequenas capelas e fortificações. É preciso coragem (e mais tempo do que nós tinhamos) para subir as centenas de degraus e calcorrear todo aquele complexo. Mas, à noite, todo o percurso se ilumina com outras tantas centenas de luzes, que rodeiam a pequena cidade de Kotor como uma coroa.


Entrando na cidade de Kotor

Comemos peixe grelhado e bebemos vinho da região numa pequena praça, ao som de um saxofone sentido. Passeamos pelas ruas empedradas, olhamos o porto de águas profundas onde um navio de cruzeiro lançou âncora, pensando que, felizmente, só ali cabe um desses navios de cada vez. Dormimos num pequeno hotel debruçado sobre as águas. 
No dia seguinte, partimos para o interior do Montenegro, a descobrir as suas montanhas e os seus rios turbulentos. Mas levamos connosco uma certeza: sim, o paraíso existe.


A baía de Kotor

Mensagens populares deste blogue

Para comer - Dom Lambuças

Livros e Viagens - Roma, Exercícios de Reconhecimento

A Ponte do Diabo