domingo, 14 de fevereiro de 2010

O Castelo do Papa

(Vista nocturna do Castelo Sant' Angelo)

Começou por ser um Mausoléu, mandado construir pelo imperador Adriano, em 139. Aí foi sepultado, tal como outros imperadores romanos, que ainda aí têm as suas cinzas. Entretanto, as necessidades militares de defesa da cidade de Roma levam à sua inclusão nas muralhas Aurelianas.


(Maquete do Mausoléu de Adriano)

Mas só ganha o seu nome actual de Castelo Sant' Angelo no século VI. Segundo a lenda, grassava na altura uma terrível peste em Roma, que já tinha vitimado muitos romanos. Em desespero, começam a ser feitas procissões na zona onde hoje se situa o Vaticano. É então que o Papa Gregório Magno afirma ter uma visão, o arcanjo S. Miguel sobre o antigo mausoléu, que passa a ser conhecido pelo Castelo do Anjo. Desde essa altura, serviu de residência, refúgio ou fortificação aos Papas.


(Estátua do Arcanjo S. Miguel no topo do castelo)

Pode chegar-se ao Castelo de várias formas, mas a mais espectacular é, sem dúvida, caminhar pela Ponte Sant'Angelo, sobre o rio Tibre, uma ponte hoje pedonal bordejada pelos belíssimos anjos de Bernini. 


(A Ponte Sant'Angelo)

A subida do Castelo faz-se por uma rampa larga, em espiral, para que os cavalos a pudessem subir rapidamente e este é um dos aspectos mais originais deste castelo. 
(Um dos anjos que acompanham a Ponte)

O Castelo, hoje, funciona como um museu sobre a própria história do castelo. Os aposentos papais são muito bonitos, ornamentados com belos frescos, e o Pátio de Honra mostra vestígios da sua função militar, como balas de canhão. 

(Vista sobre o Pátio de Honra)

No topo do castelo, o terraço é encimado pelo gigantesco arcanjo S. Miguel, uma estátua feita no século XVIII por um escultor flamengo, sobre um desenho de Bernini. Daí se avista também il passetto, uma passagem disfarçada, que unia o Castelo à Basílica de S. Pedro, e que podia fornecer uma via de fuga para o papa, em caso de necessidade.
(Vista sobre il Passetto)

Mas a melhor ornamentação do terraço é a própria vista sobre a cidade de Roma: o rio Tibre, os telhados de Roma, a cúpula de S. Pedro, os pináculos das inúmeras igrejas de Roma, rodeiam o Castelo e proporcionam um cenário inesquecível.
(Vista sobre Roma dos terraços do Castelo Sant' Angelo)

Curiosidade: A planta circular deste edifício influenciou a construção do Forte do Bugio, em Portugal, e do Forte de S. Marcelo, no Brasil. 


(Fotografias de Teresa e Fernando Ferreira)

27 comentários:

  1. Faz dois meses que lá estive e tenciono postar sobre Roma. É encantadora esta cidade. Cultura e uma vida muito própria, fazem os encantos dos turistas. Grandiosidade, é a palavra certa. Descreve muito bem o Palácio e cria assim interesse em quem a lê. Obrigada por partilhar. As suas fotos estão óptimas.

    ResponderEliminar
  2. Que saudades me deu...Eu atravessava Roma inteirinha à pé,por seus becos, muros, vielas e sempre havia algo lindo pra ver.Morei por lá,pena que na época, não tinha a tal maquininha das boas,rsrs...beijos,chica

    ResponderEliminar
  3. Uma maravilha muitos parabens pelo blog e pela partilha, adorei a descrição que nos fez, vou ficar ligado.

    Adorei parabens

    ResponderEliminar
  4. Ângela
    Também adoro Roma. E a Itália, em geral. Acho que é um país muito especial. Roma tem a grandiosidade de uma cidade que é grandiosa há mais de dois mil anos.
    Bjs

    ResponderEliminar
  5. Chica
    Não sabia que tinhas vivido em Roma. Ainda bem que gostaste de recordar.
    Bjs

    ResponderEliminar
  6. António
    Obrigada pelas suas palavras.
    Volte sempre.

    ResponderEliminar
  7. Só hoje descobri o seu blog; estou a gostar muito do que vejo; parece-me ser mesmo uma eterna viajante.
    Obrigado pela partilha destes belos momentos.

    Sobre o fim de semana do Carnaval, apenas transcrevo uma frase, acho o máximo, de verdadeira que é:

    As pessoas afivelam uma máscara, e ao cabo de alguns anos acreditam piamente que é ela o seu verdadeiro rosto. E quando a gente lha arranca, ficam em carne viva, doridas e desesperadas, incapazes de compreender que o gesto violento foi a melhor prova de respeito que poderíamos dar.
    (Miguel Torga)

    Beijinhos.
    Boa semana.

    ResponderEliminar
  8. A Itália é um país que se pode visitar repetidamente, tal a riqueza cultural.

    Roma é uma cidade deslumbrante.

    Hei-de revisitá-la.

    Saudações

    ResponderEliminar
  9. A Itália é o país maravilha. Seja qual for a cidade ou o lugarejo, há sempre algo de especial.
    Abraço

    ResponderEliminar
  10. Tulipa
    Acho que sou mesmo uma eterna viajante, mesmo que não saia de casa.
    Obrigada pela visita.
    Bjs e volte sempre.

    ResponderEliminar
  11. JPD
    A itália é um país que se pode visitar repetidamente e encontrar sempre coisas novas aos nossos olhos.
    Bjs

    ResponderEliminar
  12. Olá João
    É verdade, em Itália há sempre algo de especial. E Roma, então, é um deslumbramento.
    Bjs

    ResponderEliminar
  13. E já agora...serviu de cenário a uma bela encenação da "Tosca" de Puccini, com Placido Domingo e Raina Kabaivanska, em 1988.
    Recomendo vivamente.

    ResponderEliminar
  14. José Quintela Soares
    Tem toda a razão. Obrigada por tão bem ter completado o meu texto.
    Volte sempre.

    ResponderEliminar
  15. Olá, Teresa

    Roma!!!
    Bela Roma!
    Deixaste-me com água na boca, como sempre!!

    ResponderEliminar
  16. Assim as viagens ultrapassam as fotografias fechadas numa gaveta. Obrigado.

    ResponderEliminar
  17. Pedro
    É mesmo essa a ideia.
    Volte sempre.

    ResponderEliminar
  18. Lindo, Teresa.
    Se pudesse e meu dinheiro desse, estaria sempre com o meu bloco na rua conhecendo o mundo.
    FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER... deseja um bom dia para você. Ainda estou em ritmo de carnaval no meu blog.
    Saudações Florestais !

    ResponderEliminar
  19. Silvana
    Era assim que gostaria de fazer também: andar pelo mundo, de bloco na mão.
    Um bom dia para você, também.
    Bjs

    ResponderEliminar
  20. Dylan
    Ainda bem que este espaço serve para alguma coisa.
    Bjs

    ResponderEliminar
  21. Teresa, embora tenha descendencia italiana, nunca tive o privilégio de estar por lá.
    Sua postagem é realmente uma viagem virtual...lindo tudo que vi.
    Parabéns.

    Abraço com carinho.

    ResponderEliminar
  22. Teresa, vim conhecer esse seu outro blog. Adoro viajar. Aprendi muito neste teu post. Lindas imagens.

    Um bjao

    ResponderEliminar
  23. Fátima
    Obrigada pela sua visita. Então, é tempo de pensar em fazer uma visita à terra dos seus antepassados, que é lindíssima.
    Bjs e volte sempre.

    ResponderEliminar
  24. Georgia
    És sempre bem vinda, em qualquer dos meus espaços. Bjs

    ResponderEliminar
  25. Venho agradecer as suas visitas e companhia no meu chá. gosto de ler tudo que escreve sobre lindas cidades. As fotos são belíssimas, Teresa. Um beijo

    ResponderEliminar